Está chegando a 16ª edição da Bienal Internacional do Livro no Rio. A programação do evento foi divulgada nesta terça-feira (06/08) e reúne de autores de best-sellers internacionais a discussões sobre arte, além de programações voltadas aos públicos feminino, jovem e futebolístico.

Um dos destaques da Bienal é a participação de autores estrangeiros de sucesso no Brasil e exterior. Matthew Quick, por exemplo, falará no sábado (31/08), às 14h, sobre as “Novas definições de leitor: o jovem, o jovem adulto, o adulto”, junto com Flavio Carneiro e Socorro Acioli. No mesmo dia, Cheryl Strayed estará às 18h30 na mesa “Viagem, liberdade, revelação”. No domingo (01/09) é vez de Allan Percy participar de uma “mesa de autoajuda”, às 15h30, chamada “A felicidade num minuto: como transformar sabedoria em bem de uso imediato”. Esses são alguns dos destaques da programação do Café Literário, que contou com a curadoria de Ítalo Moriconi.

bienal café literárioAlém disso, o jovem Nuno Carmaneiro, revelação da literatura portuguesa, fala no dia 29/08, às 17h, e o moçambicano Mia Couto no domingo, 31/08, também às 17h.

A Alemanha, país homenageado do ano, contribuiu em peso também com a programação do Café Literário. O poeta Bas Böttcher, a editora Kathrin Passig, os ilustradores Axel Scheffler e Ole Könnecke e a jovem escritora Olga Grjasnowa, entre outros, são os destaques.

Na programação do Mulher e Ponto, dedicada ao público feminino, há um peso bem maior em assuntos como dieta, beleza, a “arte de envelhecer” e “gestão de qualidade de vida”. A literatura é representada na programação pela mesa “Para Lygia com amor: uma leitura afetiva da obra de Lygia Fagundes Telles”, no sábado, 07/09, que terá participação de Regina Braga e Rosiska Darcy. A trilogia erótica “50 tons de cinza” será tema de uma mesa também, com Marcelo Rubens Paiva e Regina Navarro Lins, no dia 31/08, às 17h, mediada por Monica Martelli. No mesmo dia, às 19h30, a mesa “Vozes femininas do outro lado do Atlântico: o que elas nos contam sobre as culturas africanas e suas proximidades com o Brasil”, reúne Mia Couto e Paulo Lins, com mediação de Flávia Oliveira.

A programação jovem do #acampamento é uma das mais diversas, e traz desde um deputado, para discutir o Marco Civil da Internet, passando pela participação do coletivo de comédia Porta dos Fundos à literatura fantástica de Raphael Draccon. Por último, o Placar Literário reúne nomes do mundo do futebol como Juca Kfouri e José Trajano, jovens escritores e nomes renomados como Ruy Castro.

A Bienal do Livro acontece entres os dias 29 de agosto e 8 de setembro, no Riocentro. O valor do ingresso é de R$ 14,00, com opção de meia-entrada. Para saber mais sobre o evento, acesse o site oficial clicando AQUI.

Tags

Sobre o autor

Wilson Spiler

Twitter Website

Will, para os íntimos, é jornalista e fotógrafo (ou ao menos pensa que é). Diz que toca guitarra, mas sabe mesmo é levar um Legião Urbana no violão. Gosta de filmes "cult", mas não dispensa um bom blockbuster de super-heróis. Finge que não é nerd.. só finge... Resumindo: um charlatão. Trabalhou como estagiário no jornal LIG, na rádio Escuta FM e no site SRZD como repórter e fotógrafo. Atualmente é um dos editores do Blah Cultural.