HomeCinemaCRÍTICA | ‘Gostosas, Lindas e Sexies’ quebra tabu questionando padrões de beleza na sétima arte

CRÍTICA | ‘Gostosas, Lindas e Sexies’ quebra tabu questionando padrões de beleza na sétima arte

Na terça-feira (11 de abril), no Hotel Golden Tulip Frei Caneca, aconteceu a coletiva de imprensa com a equipe do filme nacional Gostosas, Lindas e Sexies, que contou com as presenças do diretor Erni Nunes, do produtor Marcelo Braga e das quatro protagonistas, Carolinie Figueiredo, Cacau Protásio, Mariana Xavier e Lyv Ziese, atrizes com um talento natural que fizeram rir mesmo fora do filme.

O longa não poderia ser definido só pelo humor e diversão, já que também existem momentos de drama e até de ação, principalmente na constante luta por deixar em claro que existem vários tipos de mulheres no mundo, que podem divertir-se, ter sucesso, pegar o cara simpático da festa e, além de tudo, serem felizes do jeito que são, porque todas – sem nenhum estereótipo – são gostosas, lindas e sexies. Essa é a percepção geral do filme, e é assim como talvez seja o primeiro longa brasileiro que foge dos padrões de beleza comercial na sétima arte, onde quebrando o tabu é possível ver cenas de sexo com atrizes de sobrepeso e poder pensar e questionar: qual seria o tabu realmente?

Para apresentar em linhas gerais, o filme narra a história de quatro amigas acima do peso, Beatriz, (Carolinie Figueiredo), Ivone (Cacau Protasio), Marilu (Mariana Xavier) e Tânia (Lyv Ziese). Meninas bem resolvidas e com força para enfrentar os diferentes papeis da mulher em um ambiente profissional, amoroso e familiar, onde a mesma sociedade brasileira não está acostumada a vê-las rir ou se divertir fazendo o que mais gostam, como qualquer outra mulher.

Na coletiva, Carolinie Figueiredo, contou que com o longa, ela estava voltando a atuar depois de dois anos “congelada” e “brigada” com ser atriz novamente, porque sempre foi insegura com seu peso, seu corpo, por não encaixar como atriz magra ou gorda. Ela explicou aos jornalistas que desde os cinco anos é atriz e sempre tentou agradar a todos, e que neste longa, por fim, parece que os padrões de beleza estão mudando.

Por outro lado, Gostosas, Lindas e Sexies conta com um manejo de diálogos entre as quatro atrizes muito simples, mas sem deixar de serem criativos e atraentes, fazendo a audiência rir e mostrando, ao mesmo tempo, que a sensibilidade das mulheres com sobrepeso não é nada fácil.  Aliás, do diálogo de Beatriz (Carolinie Figueiredo) que conversa mediante um simbolismo, materializado através de uma geladeira, sai uma metáfora engraçada durante a conversa íntima com seu próprio alter ego de bem-estar e beleza.

No lado técnico, a película apresenta uma narrativa linear, com uma miscelânea de quatro histórias principalmente do gênero comédia, que contam com cenários, iluminação e ambientes pensados no detalhe, assim como na montagem, no som e na trilha sonora composta pelas cantoras Ana Carolina e Preta Gil.

O roteiro tem uma inspiração ou influência do popular filme americano ‘Sex and The City’, só que interpretadas por mulheres brasileiras que decidiram não ser mais só parte do grupo de amigos dos protagonistas – geralmente magras-, como a gordinha engraçada ou simplesmente dentro de um papel secundário. Por isso, aqui elas são as protagonistas principais, que mostram através da comedia uma mulher que sente desejo e é desejada sem ser parte de uma piada ou alguma brincadeira com malícia. Essa é a mensagem que transmitem com humor, força, felicidade e alívio.

O mais relevante da obra, definitivamente, são as boas atuações de todo o elenco, com naturalidade e realismo, com domínio total do humor dos personagens, embora o lado pouco abordado foi o desenlace final, que não mostrou muita surpresa e ficou tão previsível e comum como qualquer outro filme de comédia romântica. Talvez, por esse lado o roteiro, teve que arriscar um pouco mais e sair dos clássicos finais hollywoodianos.

Gostosas, Lindas e Sexies é um filme para se divertir, se emocionar e refletir através de quatro mulheres que representam uma grande classe e significam muito mais do que um padrão de beleza imposto pela publicidade.

TRAILER:

FOTOS:

*FOTOS: Divulgação / Aline Arruda

FICHA TÉCNICA:

Direção: Ernani Nunes
Roteiro: Vinicius Marquez
Elenco: Cacau Protásio, Mariana Xavier, Liv Ziese, Carolinie Figueiredo, Juliana Alves, Marcos Pasquim, Eliane Giardini, André Bankoff
Distribuição: Downtown/Paris
Data de estreia: qui, 20/04/17
País: Brasil
Gênero: comédia
Ano de produção: 2016
Classificação: 14 anos

Comentários do Internauta

Comentário(s)

Compartilhe