HomeCinemaCRÍTICA | ‘Vida’ não apresenta novidades, mas é uma ficção científica bem realizada

CRÍTICA | ‘Vida’ não apresenta novidades, mas é uma ficção científica bem realizada

Um ‘Alien’ genérico que funciona bem. Não há nada de novo em Vida (Life) que é um típico mais do mesmo, porém, uma ficção científica bem feita é sempre um entretenimento que vale a pena ver. 

Uma estação espacial tripulada por seis pessoas vagando pelo universo encontra um ser extraterrestre aparentemente sem linguagem que os terráqueos apelidam de “Calvin”, porém, há um problema: o ser, que parecia inofensivo como uma planta, se revela carnívoro e, à medida que se alimenta, vai se tornando cada vez maior. Serão os tripulantes da nave capazes de contê-lo e retornar à Terra sem ele? 

Os efeitos especiais são muito bons e a trilha sonora é impecável, pontuando bem os momentos de maior tensão. Este, com certeza, é um daqueles filmes de roer as unhas, que prende a atenção do espectador o tempo todo, fazendo com que fiquemos curiosos para saber o que virá a seguir.

O elenco principal é composto por Jake Gyllenhaal (O Abutre), Ryan Reynolds (Deadpool), Rebecca Ferguson (Missão Impossível – Nação Fantasma), Ariyon Bakare e Olga Dihovichnaya.

Ao contrário de “Alien”, Vida é muito mais acelerado – no bom sentido -, ou seja, não demora a se tornar interessante, não tem a necessidade de criar um clima de tensão aos poucos e a ação acontece quase que imediatamente.

A grande questão aqui é não se decepcionar com a falta de originalidade e se divertir com esta ficção que é puro entretenimento.

*Texto publicado originalmente no site “CINEMATIZANDO”, parceiro do BLAH CULTURAL

TRAILER:

FOTOS:

FICHA TÉCNICA:

Título original: Life
Direção: Daniel Espinosa
Roteiro: Rhett Reese, Paul Wernick
Elenco: Jake Gyllenhaal, Rebecca Ferguson, Ryan Reynolds
Distribuição: Sony
Data de estreia: qui, 20/04/17
País: Estados Unidos
Gênero: ficção científica
Ano de produção: 2016
Classificação: 14 anos

Comentários do Internauta

Comentário(s)

Compartilhe

Jornalista e crítica de cinema, apaixonada pela profissão. Só tiro a cabeça dos livros para prestar atenção em uma tela, seja essa tela de cinema, televisão ou de pintura. Obcecada pela beleza em suas mais variadas formas, estou sempre procurando poesia em todo lugar seja em obras de arte, vida pessoal ou borboletas voando por aí. Redatora e Fundadora do cinematizando.com.br. Colaboradora e parceira do Blah Cultural.